image - 2020-02-10T122848.338

4 erros na portaria que afetam a segurança do condomínio

 

A maioria das pessoas escolhe morar em condomínio devido à segurança. A portaria é o local que mais exige atenção, pois é onde existe o maior fluxo de pessoas, inclusive de estranhos. Para que os erros sejam evitados, é preciso que o porteiro esteja sempre muito atento e cumprindo todas as regras corretamente. 

 

Confira os erros mais comuns:

 

  • Autorizar a entrada sem identificação

 

O porteiro deve pedir a identificação de todas as pessoas que desejam entrar no condomínio. Em caso de algum problema, essas informações serão úteis. Em relação às visitas, os moradores devem fazer uma lista com o nome de todos os convidados e entregar à portaria. O porteiro só deverá liberar essas pessoas após sua identificação.

 

  • Não qualificar e orientar o porteiro

 

É importante oferecer ao porteiro treinamento adequado para que ele possa executar sua função corretamente. O porteiro deve conhecer as regras e cumpri-las exatamente como foram passadas em sua capacitação.

 

 

  • Não investir em equipamentos de segurança

 

 

O principal foco da portaria é a segurança, portanto é importante que sejam utilizados equipamentos que auxiliem o porteiro a ficar mais consciente dos perigos e situações do dia a dia. Optar por plataformas que facilitam o dia a dia da portaria é a melhor opção. Como por exemplo: uso de câmeras, biometria, aplicativos, entre outros.

 

  • Acúmulo de funções

 

Lugar do porteiro é na portaria! Não é desejável o acúmulo de outras tarefas, como limpeza, jardinagem, pequenos reparos… Cada funcionário deve ser destinado à sua função específica. Dessa maneira, evitamos que o porteiro desvie sua atenção para outra tarefa. 

Categoria: CONDOMÍNIOSSEGURANÇASíndico

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigo por: nmundoblog