Dicas sobre limpeza da caixa d’água do seu condomínio

O post de hoje veio para alertar sobre a importância de manter a caixa d’água limpa. Evitando doenças e mantendo a qualidade da água, a limpeza deve ter uma periodicidade. Confira abaixo nossas dicas!

Primeiramente, vale ressaltar que toda caixa d’água deve ser limpa duas vezes por ano, não importando se é de fibra, cimento, concreto ou fibra de vidro. Ou seja, a cada seis meses deve ser feita uma limpeza, evitando que a água que usamos em chuveiros, filtros, torneiras e mangueiras se contamine.

Dentre as doenças que a água contaminada pode causar estão, por exemplo, a cólera, hepatite A e a leptospirose. O que acontece é que os alimentos podem ser contaminados pela lavagem com água impura, vinda da nossa própria caixa d’água, ou, também, podemos apresentar certas doenças apenas pelo contato da nossa pele com a água contaminada que vem da torneira e chuveiros.

Para evitar todos esses aborrecimentos, que podem virar problemas sérios, indica-se, como já afirmado, a limpeza de seis em seis meses da caixa d’água, e não uma vez por ano, como muitas pessoas fazem. Outro cuidado importante e muito simples é manter a caixa d’água sempre bem tampada, evitando que impurezas ou insetos, incluindo mosquitos transmissores de doenças, poluam a água.

A limpeza correta é outro ponto fundamental, já que limpar a caixa d’água de forma inapropriada pode, também, contaminar a água e, com isso, gerar outros tipos de doenças. Qualquer pessoa pode executar a limpeza, porém, existem empresas especializadas, que te livram de qualquer risco relacionado a isso.

Agora, vamos ensinar o passo a passo que, apesar de trabalhoso, é bem fácil. Antes de tudo, vale ressaltar que a utilização de luvas e sapatos de borracha é uma medida de segurança importante. Sobre os materiais, precisa-se de esponja, vassoura, panos, balde e água sanitária. Atenção: nunca use sabão, detergente ou produtos químicos! Vamos ao processo:

  1. Feche o registro de entrada de água (ou de passagem geral, se for o caso);
  2. Anule a boia automática (amarrando-a com um pequeno cabo na posição fechada) e mantenha-a para cima;
  3. Esvazie a caixa d’água (deixe um palmo de água);
  4. Tampe a saída de água, para que a água que será utilizada na limpeza não desça pelo cano;
  5. Esfregue com esponja ou escova as paredes da caixa (se for de fibra ou tiver paredes lisas, esfregue bem com uma esponja as paredes e fundo; se for de concreto, opte pela vassoura de piaçava);
  6. Retire toda a água suja da limpeza com balde e/ou panos;
  7. Abra a água (boia) e deixe encher cerca de 50 centímetros da caixa, fechando, em seguida;
  8. Adicione água sanitária ou cloro para desinfecção da água (misture um litro de água sanitária para cada mil litros de água. Se sua caixa d’água tiver só 500 litros, use meio litro de água sanitária, por exemplo);
  9. Molhe bem as paredes da caixa com uma esponja;
  10. Deixe essa água por duas horas na caixa, sem ninguém mexer ou usar;
  11. Abra as saídas de água da caixa e deixe-a esvaziar completamente;
  12. Solte a boia e deixe encher parcialmente, passando água limpa pelas paredes;
  13. Esvazie, novamente, totalmente;
  14. Abra o registro de entrada/passagem de água e deixe-a encher normalmente;
  15. Para terminar, coloque a tampa (se quiser, use tiras de borracha ou a amarre, evitando que saia do lugar com a ação do vento – não coloque peso sobre a tampa, podendo quebrá-la).

Lembre-se de anotar a data da limpeza, assim, a periodicidade ficará sempre correta. Agora que você já aprendeu sobre a importância e o processo da limpeza da caixa d’água, mão na massa!

Categoria: CONDOMÍNIOS

One comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigo por: nmundoblog