negocios

Crise fez aumentar negociações entre locadores e locatários

A crise pela qual passa o país tem trazido dificuldades financeiras em muitos segmentos da economia. No mercado imobiliário não é diferente. Segundo o corretor José Luís dos Santos, da Imobiliária Central, há mais imóveis comerciais disponíveis na região central da cidade do que havia no passado. “Houve redução de negócios e de valores. Mesmo no período de inverno, de estarmos na colheita, ainda há pontos disponíveis por conta de uma redução de negócios”, explicou.

Sem se mostrar desanimado, disse que a situação proporcionou melhorar nas condições de negociação para contratos em vigência e facilitação para novos contratos devido à dificuldade de crescimento no setor. “Houve várias negociações para redução de valores de locação para que ambas as partes pudessem atingir os objetivos. Locatários e locadores estão sentando à mesa e revendo valores. Principalmente em imóveis em que os valores de locação são substanciais, explicou”.

Com 18 anos de experiência nesse segmento, José Luís Santos disse que a Rua Coronel Pedro Penteado e a artéria principal no município e serve como norte para os negócios. Para ele, o fluxo de turistas que visitam a cidade mostra que Serra Negra continua sendo atrativa e que está na expetativa de que as coisas voltem ao normal ao mais rápido possível. “Eu não sou economista, mas costumo ouvi-los e eles dizem que a projeção para melhora é 2017. A perspectiva de uma sensação prática de melhora é para 2017”. Finalizou dizendo esperar que os investidores olhem com carinho para a cidade. “Porque ela tem muito para dar ainda”.

Fonte: O Serrano

Categoria: NOTÍCIAS DO MERCADO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigo por: nmundoblog